O CRISTO SAMAEL, AVATARA DESTA

HUMANIDADE, NOS ENTREGOU O QUINTO

EVANGELHO E QUE SE CHAMA GNOSE.

CONSTITUI OS TRÊS FATORES DA

REVOLUÇÃO DA CONSCIÊNCIA, PARA O

DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA E CONSEGUIR

A AUTO REALISAÇÃO ÍNTIMA DO SER!




Práticas
Práticas

CHAMADO UNIVERSAL AOS MISSIONÁRIOS GNÓSTICOS 

Grupo de Pesssoas 

 

AMADOS IRMÃOS AQUI ESTAM A

SÍNTESE DE ALGUMAS PRÁTICAS

QUE O V. M. SAMUEL NOS DAR,

POR AMOR AO CRISTO E A

HUMANIDADE DOENTE,

PRATIQUEM E DESPERTEM

A CONSCIÊNCIA!

 

 

EXERCÍCIO PARA DESEVOLVER A IMAGINAÇÃO CONSCIÊNTE

A Imaginação Consciente é um poder especial dentro do ser humano, devemos desenvolver este poder maravilhoso, por meio da Memória Trabalho e a Imaginação Dirigida.

Para o Mestre imaginar é ver. Imaginar é ver com os olhos internos, com a terceira visão. Esta imaginação dirigida é da Consciência, da Alma.

Exitem tambem a imaginação mecânica ou fantasia, esta é da mente, formas mentais do ego, do eu diabo, é prejudicial em cem por cento, devemos eliminar de dentro da nossa psique totalmente.

Imagem árvore

A prática para desenvolver a Imaginação consciente se faz da seguinte maneira:

sentado ou deitado, com os olhos fechados, com o corpo físico relaxado e devidamente concentrado, vamos imaginar os processos do nascer e do morrer de todas as coisas.

Imaginemos uma semente de uma planta germinando que vai crescendo; o tronco, os galhos, as folhas, as flores, os frutos e tudo. Imaginemos todo o processodo do nascer, crescer, desenvolver até os frutos; tudo.

Imagem árvore

Agora vamos imaginar todo o rocesso do morrer, as folhas amarelando, secando, os galhos caindo e por último o tronco da árvore também cai e fica no chão apodrecendo e logo se transforma em terra.

Imaginemos todo os processos do morrer. Este é o exercício que se faz com a Memória Trabalho, com a Imaginação Dirigida para desenvolver a Imaginação Consciente.

Amadíssimos irmãos pratiquem, pratiquem, pratiquem, só a prática faz a Maestria!

 

 

  PRÁTICA DE ORAÇÃO

A Oração é a expressão da força de Inquietude Espiritual.

Em um momento qualquer da nossa vida surge uma vontade em nosso coração de busca de algo superior.

Então a pessoa exclama: meu Deus! Aí surgiu a Oração. Com a Oração nós nos alimentamos. Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que vem de Deus, (jdp).

Postura de OraçãoOrar é conversar com Deus, de uma forma natural, aquilo que sai do coração, sem termos especiais, assim como uma criança fala a sua mãe, de maneira bem simple, (...s...).

Não esqueçam vocês aquela frase latina que diz o seguinte: "Bene orate, et bene laborate". Ou seja, "o que ora bem, trabalha bem". Orar é trabalhar, (dac-s-260).

COMO ORAR

Quando se ora, se ora para dentro do coração,dirigindo-se ao coração, concentrado no coração e o coração capta as forças superiores,(...r...).

EXEMPLO DE ORAÇÃO

Oração de Súplica:

Postura de Oração

"Minha mãe, tira-me este defeito e desintegra-o com a tua lança",(h-r-40).

Oração de intercessão:

Perdoa-os porque eles não sabem o que fazem.

Oração de agradecimento:

Meu Deus, em nome do Cristo, agradeço-te, pela força, pela proteção e pela saúde que tem dado a mim e minha família, amém.

Oração de súplica:

Querido Pai, querida Mãe, querido Íntimo, eu vos suplico em nome do Cristo, força, proteção, saúde e poder para que eu poça ser vitorioso no meu trabalho físico e no meu trabalho íntimo, amém.

Devemos orar reunido em nossa casa com nossa família, devemos orar de manhã cedo quando acordamos, devemos orar quando vamos almoçar, devemos orar quando vamos jantar, devemos orar quando vamos dormir a noite, devemos orar quando vamos a um passeio ou a uma viagem. 

Devemos orar em todas as circunstâncias ou oportunidades da vida. Orar em Gnosticismo esotérico é trabalhar sobre si mesmo.

Amadíssimos irmãos pratiquem, pratiquem, pratiquem, só a pratica faz a Maestria!

 

 

PRÁTICA DO RELAXAMENTO

A prática do relaxamento serve para educar e preparar o corpo físico para que as energias superiores, vinda de Deus e do Cósmo possam circular livremente em nós, assim teremos um corpo físico saudavel e êxedo no desenvolvimento espiritual.

COMO SE FAZ O RELAXAMENTO

Dirija a atenção e imagina uma luz azul que sobe dos pés até a cabeça. EstaPostura de Relaxamento energia azul tem a capacidade de soltar e descontrair todos os músculos do corpo físico, (jkp).

Temos que soltar todo corpo, todos os músculos. Agora, aí o corpo tridimensional, nem todos têm o mesmo sistema.

Temos uns que utiliza uma posição, outros, outra posição. Porém, temos que buscar a posição em que resista mais. Porque, vamos supor, eu, por exemplo, faço uma posição de morto. A mim me pode servir, e posso resistir bastante tempo. Então, temos que buscar uma posição onde resistam mais e não chegar ao cansaço, (ar-r-223).

O Relaxamento do corpo físico é muito importante para descansar, descontrair, soltar os músculos e ter um corpo saudavel preparado para fazer outras práticas, (jdp).

Amadíssimos irmãos, pratiquem, pratiquem, pratiquem, só a prática faz a Maestria!

 

 

PRÁTICA DE CONCENTRAÇÃO

Em tudo necessita da Concentração. A Concentração é a maneira mais rápida da informação. 

A Concentração é dirigir a atenção e fixar a mente num só pensamento, num só objeto, num só sujeito, num só lugar, num só ponto, (mn86/87-r-68).

COMO FAZER A CONCENTRAÇÃO NAS ATIVIDADE DO DIA:

Dedicar a cada coisa o seu momento, quer dizer concentração no que está fazendo. É uma concentração.

Que vocês tenha, por exemplo, no dia; cinco atividades, vocês escolhe a primeira, a mais importante. Começou essa. Não está pensando na outra. É uma concentração no que estar fazendo a primeira.

Postura de concentraçãoTerminou essa, passou á seguinte, já a terceira, a quarta, a quinta, assim em sucessiva ordem. E isso é Concentração no que está fazendo, (ar-r-15).

Porém, o mal é que estejamos fazendo uma prática e pensando em outra coisa. Aí está o nosso problema.

Temos que aprender a Concentração no que estamos fazendos, por isso, nas atividades do dia, devemos está concentrados no que estamos fazendo.

Quando vamos fazer uma prática, também já estamos acostumados, educados para nos concentrar no que estamos fazendo. Com facilidades o fazemos. De modo que é questão de se educar. Educação, nada mais, (ar-rj-17).

Quando nós vamos fazer uma prática que o Mestre Samael dá, se não aplica a concentração não dará nenhum resultado, porque se mecanizam devido os vários pesamentos que chegue a mente, (mn86/87-r-68).

A Concentração é básica e fundamental para todas as práticas que são dadas pelo Mestre Samael.

Quando se diz "estou concentrado", é porque não há senão um só pensamento em tal objeto, sujeito ou lugar, no que seja. Há um só pensamento, está-se Concentrado.

Postura de Prática

Então se está fazendo um prática e a mente voando por todas as partes. Nós a estamos fazendo mecanicamente e mecanicamente nenhuma prática dar resultado. Inclusível na prática do Arcano necessita da concentração.

A Concentração e a Imaginação devem trabalhar de acordo, as duas. De modo que, a Concentração a ocupa para tudo. Então, necessitamos educar o corpo físico e a mente para isso, (ar-r-203 e204).

A Concentração é a maneira mais rápida da informação, para investigar quaquer coisa, concentre-se e já estar investigando o que se necessita, então, temos que dar a essa prática a importância que tem, (ar-r-204 e 205).

Quando, por exemplo, vocês vão fazer uma pratica, definam fazer uma prática, não mais. Não se ponham a repartir o tempo, que vou fazer uma agora e dentre de um pouco, outra, não. Dedique o tempo a uma só. A uma só. A que lhes pareça melhor, essa.

Não estar fazendo uma prática e pensando que vai fazer outra, agora, dentro de pouco tempo, outra, não. Dedique o tempo necessário a uma só prática. Nada mais, (ar-r-207).

COMO FAZER UMA PRÁTICA DE CONCENTRAÇÃO:

Ponhamos um copo com água, uma vela acesa, uma flor, um objeto qualquer e vamos dirigir a atenção e concentrar o pensamento nesse objeto que estamos vendo. Tratamos de penetrar por dentro por fora e por todos os lados, de que é feito e como funciona, até que aprendamos verdadeiramente ter um só pensamento. 

Uma xícara, pode ser um instrumento para uma concentração. Visualizar a espessua, as figuras que tem, por dentro e por fora. E tratar de penetrar por dentro do próprio material de que é feito, sabendo que há elétrons e moléculas, enfim, tudo, (mn86/87-r-68).

Devemos fazer a Concentração em silêncio. A Concentração no coração é muito melhor e superior.

O SONO NA PRÁTICA DE CONCENTRAÇÃO:

Para equilibrar, regular e controlar o sono, temos a Concentração. Agente se deita, concentra-se em seu coração, e ao está em concentração, se é que não se tem sono, atrai-se o sono gradual e suavelmente.

Se estiver verdadeiramente praticando, o resultado é positivo, porque então o sono não nos pode traiçoar. Agora, se temos sono, a Concentração ajuda-nos a não adormecer. De modo que, a Concentração é maravilhosa em todo tipo de prática. 

Assim, pois, a pessoa se deita, fecha os olhos, concentra-se e se não tem sono o atrai, e se tem sono a concentração serve para não dormir, (cg-r-72).

Devemos Concentrar-nos em nosso coração, fechar os olhos, tenha-se sono ou não se tenha.

O melhor ponto, objeto ou lugar para se concentrar ou seja, para fazer uma prática de concentração é o nosso coração, porque o coração é o lugar que Deus está conectado conosco, (jdp). 

Amadíssimos irmãos, pratiquem, pratiquem, pratiquem, só a prática faz a Maestria!

 

 

TÉCNICA DE AUTO OBSERVAÇÃO DE SI MESMO

A Auto-observação Psicológica é um sentido que percebe diretamente o eu-defeito. É necessário comerçar a ver a si mesmo.

A atenção concentrada na observação de si mesmo exige um esforço pessoal, (tpr-s-34)

Só através do esforço rigoroso da Auto-observação judiciosa de si mesmo evidenciamos, ou seja, fica claro que somos muitos, (tpr-s-35).

A Auto-observação de si mesmo é a atenção dinâmica orientada, dirigida e concentrada para dentro de si mesmo, para isto se necessita de grande esforço judicioso e rigoroso, (jdp).

Devemos está em estado de alerta novidade, alerta percepção, pensando que está pensando, (tpr-s-40).

O sentido da Auto-observação de si mesmo emcontra-se atrofiado em nós. A medida que perseveramos na Auto-observação de si mesmo, o sentido da Auto-observação íntima se desenvolverá progressivamente,(tpr-s-58)

O sentido da Auto-observação de si mesmo é um meio prático para lograr o Auto-descobrimento, o Auto-conhecimento de si mesmo e uma transformação radical, (tpr-s-59)

A atenção dirigida intencionalmente para dentro de nós mesmo, para o que está sucedendo em nosso interior é ativo e positivo,tpr-s-59).

O QUE É A AUTO-OBSERVAÇÃO INTIMA DE SI MESMO:

A Auto-observação de si mesmo é a atenção dinâmica orientada, dirigida e concentrada intencionalmente para dentro de si mesmo, para o que está sucedendo em nosso interior, nos três cérebros: mente, coração e sexo,(jdp).

Necessitamos ver os diferentes eus em ação, descobrí-los na nossa psíque. A porcentagem de consciência que temos a utilizamos para a Auto-observação.

Os três por cento (3%) de consciência livre que temos, é esta porcentagem é a que serve de juízo para nos Auto-observar, (cg-r-11).

Símbolo da Visão Interna

 A Auto-observação deve realizar-se sobre os três cérebros: mente, coração e sexo, para estudar a manifestação do Ego.

A Auto-observação de si mesmo deve ser aplicada a todo momento, de instante a instante, de segundo em segundo para podermos descobrir o ego. Cada pensamento nosso pertence a um eu ou ego,(cg-r-13).

Na Auto-observação de si mesmo, a atenção é orientada para dentro; e, para isso, os sentidos de percepção externa não servem, (tpr-s-56)

A atenção dinâmica provém, realmente, do lado observante, enquanto os pensamentos e as emoções pertence ao lado observados, (tpr-s-60).

O fato concreto e definitivo de que o trabalho íntimo comerce com a atenção concentrada na observação plena de si mesmo é motivo mais que suficiente para demonstrar que isto exige um esforço pessoal muito particular de cada um de nós, (tpr-s-34).

EXEMPLO DE AUTO-OBSERVAÇÃO DE SI MESMO

Façamos de conta que com esta pergunta que você me fez senti um impacto, seja de ira, de orgulho, de incômodo ou qualquer coisa. Em vez de me identificar com o que você me disse e com sua preseça, devo auto-observar qual foi a reação.

E de onde saiu essa reação, se foi do sexo, se foi do coração ou foi da mente. Em vez de me identificar com você, devo auto-observar o que senti nesses momentos. Dos três cérebros partem a reação.

Quando alguém está auto-observando, sente a reação de qualquer elemento psíquico que aflore em determinado momento dentro dele. Porém, se identifica com qualquer impressão, seja um pessoa, uma frase, a presença de algo, enfim, é sinal de que não se estava auto-observando, por isso é que não se sente á reação, não se sente nada, porque se identifica, (cg-r-13).

Amadíssimos irmãos, pratiquem, pratiquem, pratiquem, só a prática faz a Maestria!

 

 

PRÁTICA DA MORTE EM MARCHA NOS DETALHES

A prática da morte em marcha é um trabalho de morte que se faz com os nossos defeitos, hábitos, costumes indesejáveis de tipo psicológico, de momento a momento, de instante a instante, de forma contínua, (jdp).

A Morte em marcha se aplica a todo momento, por exemplo: você vai pela rua, no ônibus, num avião, nesses instantes saiu e aflorou tal ou qual elemento psicológico. Você na rua, não se vai á eliminá-lo, porque se vai tratando de eliminá-lo caminhando, pode atropelá-lo ou matá-lo um carro, porque vai dormindo não é certo?

Então o que devemos fazer é pedir á Mãe Divina que pegue esse agregado psicológico e o elimine. Nesses instantes trabalha a Mãe Divina. No momento em que aflorou a Mãe Divina não faz senão pará-lo de uma vez, porque a manifestação de um elemento psicológico cria mais elementos.

Com isto não queremos dizer que o defeito tenha morrido, senão que com a Morte em marcha se tiram, corta-se muita força do defeito.

A Morte em marcha serve, pois, para não deixar manifestar estes elementos psicológicos á rédia solta, (cg-r-10).

Por meio da Morte daqueles elementos psíquicos diminutos, que se manifestam a cada instante, a cada momento na gente, já seja de luxúria, de orgulho, de vingança,de ódio, de roubo, enfim; todos estes detalhes são os que roubam e desequilíbram a nossas energias...(stm-r-12).

Quem quizer chegar a equilibrar-se...deve iniciar pela eliminção de qualquer detalhe que se manifeste, por menor que seja, pedindo á sua Mãe Divina a eliminação. Assim é que vamos equilibrando...(stm-r-13).

Uma Árvore

 EXEMPLO DE PRÁTICA DE MORTE 

Se estamos em um banco e avistamos uma pessoa no caixa com um pacote grande de dinheiro, então sentimos a vontade de ter muito dinheiro. Aí fazemos o pedido: Mãe Divina tira de mim esta vontade de ter muito dinheiro, desintegra.

Se estamos em um lugar, e passa um carro de luxu, e sentimos a vontade de possuir um carro também, então fazemos o pedido: Mãe Divina tira de mim esta vontade de ter um carro, desintegra.

Mãe Divina tira de mim este defeito, este sentimento, este pensamento, este eu, desintegra. O pedido se faz com fé e imagina que a Mãe Divina elimina a coisa que foi pedido, que pode ser por exemplo: um ódio que sentimo de alguém, a ira quando estamos com raiva de alguma coisa, a vontade de pegar uma caneta que não é da gente, uma moeda que se acha no chão, o que se sente quando ver uma mulher bonita, e assim sucessivamente.

Os defeitos pequenos, ou detalhes vão se manifestando na mente, no coração, e no sexo e nós vamos percebendos e pedindo a Mãe Divina para que o elimina, (jdp).

Uma árvore, por exemplo, qualquer árvore que seja, tem suas raízes principais que é a que sustenta a árvore, para não deixá-la cair, e lança outras grossas para todos os lados que a ajudam a se sustentar, para que o vento não tombe.

Porém, dessas raízes grossas saem outras raízes pequeníssimas que são as que alimentam a árvore. As outras raízes grossas não fazem senão sustentá-las.

Porém, ela se alimento de todas essas ramificações de raízes que lança, porque essas vão para a superfície da terra, arrastando as vitaminas de que necessita a árvore.

Então, isso acotece exatamente igual com o nosso ego ou os egos. Temos o ego da ira. Porém deste dependem muitíssimos, que são os que a alimentam. O ego se sustenta por todos essas raízes, toda essas ramificações diminutos, que são os detalhes. 

Pelos detalhes está vivo o ego. Se começamos a tirar-lhes as raízes, comerça se desnutrir e a morrer, (ar-r-29).

É que com tudo. Aí se aplica a morte em marcha. Aflorou um detalhe desses: Mãe minha, desintegra-me este defeito! Em seguida, não esperar para a manhã ou depois, senão em seguida, instantaneamente, porque a Mãe Divina, com seu poder, como estes são detalhes, não são fortes, desintegra-os com facilidades, (ar-r-30). Estudem e Pratiquem o Livro "HERCÓLUBUS, do V.M. Rabolú.

Amadíssimos irmãos, pratiquem, pratiquem, pratiquem, só a prática faz a Maestria!

 

 

PRÁTICA DO DESDOBRAMENTO ASTRAL CONSCIENTE

As saidas astrais são um fato concreto. Existe um estado de transição entre a virgília e o sono. Todo ser humano sai do corpo físico nesse instante, involuntariamente. Fazendo-se uso da atençao, podemos sair voluntário e conscientemente no instante da transição, que exite entre a virgília e o sono.

O importante é vigiar o sono, então podemos levantar-nos do leito e sair de casa em direção á Igreja Gnóstica. Na Igreja Gnóstica, oficia nosso Senhor o Cristo.

Tudo que os discípulos têm de fazer é vigiar o sono e levantar-se do leito nos instantes em que estiver dormitando.

A explicação que damos deve traduzir-se em fatos. Os que leram muito supõem erradamente que a questão é mental, pensam que devem se levantar mentalmente.

Repetimos que isto deve ser traduzido em fatos. Há que se agir com tanta naturalidade ao levantar como o fazemos todas as manhãs.

Projeção astral

Assim podemos transportar-nos em nosso corpo astral á Loja Branca para estudar aos pés do Mestre. Não é perigoso porque todo mundo sai em astral quando dorme. E o que é pior inconscientemente.

Isto é melhor que metermos livros e teorias na cabeça. O excesso de letras termina nos confundindo.

As teorias falseiam a mente e danificam o cérebro. Ciência Oculta estuda-se nos mundos internos. Quem não sabe sair em corpo astral á vontade, não sabe ocultismo, (si-s-30).

Através do desdobramento astral consciente, vamos receber dois tipos de ensinamento nos mundos superiores e podemos investigar como se vai o nosso trabalho interior, que graus, que iniciação recebeu ou está por receber, etc.

Os dois tipos de ensinamentos são, Esotérico e Exotérico. O esoterismo é nosso, é muito particular, muito individual e, portanto, não deve ser divulgado a ninguém.

O ensinamento Exotérico é para entregar o conhecimento aos demais. por isso é muito importante o desdobramento astral.

O V.M. Samael dá todas as chaves para se adquirir o conhecimento. O conhecimento nós o adquirimos nos mundos superiores, diretamente com os Mestres, como tem sido através dos séculos.

E é aí quando nos convertemos num autêntico esoterista, e atuamos com consciência própria, porque nem em discursos, nem em livros foi escrito o conhecimento jamais, (cg-r-70 e mn88/89-r-42).

Confesso, singelamente e com a mais inteira franqueza, que não me foi difícil realizar o desdobramento astral; simplesmente aproveitei o estado de transição entre vigília e sono.

No instante de começar a dormir, levantei-me delicadamente, do meu leito e saí à rua. É ostensível que o corpo físico ficou dormindo na cama.

Assim se realizou o desdobramento do Eidolon com pleno êxito; ainda recordo, fielmente, aquele notável experimento psíquico, (maf-s-79).

E sucedeu que, numa noite deliciosa de plenilúnio, acostei-me muito tranqüilo, em decúbito dorsal (boca para cima) e com o corpo bem relaxado...

Sem preocupação alguma propus-me vigiar, espiar meu próprio sono... Queria utilizar, para minha saída astral, aquele estado de transição existente entre vigília e letargia...

Quando começou o processo de sonolência; quando começaram a surgir as imagens próprias dos sonhos, delicadamente e como sentindo-me um espírito, fiz um esforço para eliminar a preguiça e, então, levantei-me da cama...

Saí de minha recâmara como se fosse um fantasma, caminhando delicadamente, e logo abandonei a casa...(maf-s-82).

Amadíssimos irmãos, pratiquem, pratiquem, pratiquem, só a prática faz a Maestria!

 

 

PRÁTICA DE MEDITAÇÃO

A Meditação é fundamental para a mudança interior. Quem não sabe meditar, o superficial, o leviano, jamais poderá dissolver o ego, será sempre fracassado.

O material didático para a meditação concentra-se nos eventos ou circunstância diária da vida prática. Qualquer circunstância desagradável deve ser reconstruida por meio da Imaginação Consciente, através  da Técnica da Meditação.

Chegamos á compreensão das coisas, através da análise, reflexão, concentração e meditação. O processo do pensar se esgota intencionalmente esvasiando a mente ou pondo-a em branco para conseguir realmente o silêncio interior, a meditação. Em estado de meditação a nossa consciência investiga e compreende de forma íntegra e profunda,(tpr-s- ).

O que busca com a meditação é despertar a consciência, a essência ou alma porque essa alma se desenvolva nos mundos eletrônicos. Ela aprende a desenvolver-se e a investigar as coisas por se mesma. E buscara iluminação e o conhecimento.

O êxtase que se sente na meditação, está fora da imaginação e do verbo, não conseguimos explicar, mas o êxtase segue com a pesoa pelo resto de sua vida, não acaba jamais.

A pessoa que experimenta dentro de si mesma, jamais esquece. Fica gravado na consciência. Ela é uma base completa que a pessoa põe dentro de si. Aquele que conseguir meditar não mudará por nada desse mundo.

A meditação é uma parte mística. o trabalho de um eu na meditação é de investigação e compreensão. Quando estamos fazendo uma prática para a meditação e vemos células, moléculas, elétrons e prótons, então nós perguntamos á mente. Qual é a verdade? A verdade está aqui?

Imagem do Mestre.

Nós elaboramos o problema para mente e vema quietude, pois o que é que a mente irá responder ante a verdade?

Então a mente sente-se vencida e vem o silêncio, e a quietude total, é quando a Essência consegue a liberação. 

Então não ficar na meditação, passar mais além, ao Vasio Iluminador, (mn87/88-r-29). 

A Essência sabe do que necessita e o que investigar. A gente não faz senão libertá-la, nada mais.

Na Meditação se consegue: o despertar da consciência, iluninação, compreensão , conhecimento, força, o alimento e o desenvolvimento da alma, (mn86/87-r-65).

Da concentração á meditação há um passo muito pequeno para se conseguir a autêntica meditação.

A meditação é quando não se chega a pensar nem no bem nem no mal, ou seja, a mente completamente em silêncio.

Neste estado, vem a liberação da Essência nos mundos eletrônicos, ou superiores e lograr-se o Samadhi, o Vazio Iluminador, (mn-r-).

A Meditação é quando se chega á quietude e ao silêncio total da mente, que não há nenhum pensamento, nem bom nem mau.

Nesse estado a Essência se libera de seus corpos inferiores e penetre nos mundos superiores, nos mundos eletrônicos, Causa, Búdico e Átmico.

EXEMPLO:

Deitado em meu leito ou no duro piso, colocava-me  na forma da estrela flamígera (pernas e braços abertos à direita eà esquerda) com o corpo completamente relaxado.

Cerrava meus olhos para que nada do mundo me pudesse distrair. Depois, embriagav-me com o vinho da meditação na taça da perfeita concentração, (tm-s-07,41).

Pessoa em posição

A gente consegue a meditação depois que coloca a mente em branco, em quietude total, aí entra em meditação e vem a liberação da Essência por essa quietude total da mente. 

Ela vai a seu mundo que é a sexta Dimensão e dalí a Essência consciente tem que passar a gozar o Vazio Iluminador.

Somente aquele que chega lá e o sente, vive-o é quem pode sabe. Isso ningeém consegue explicar a ninguém.

Amadíssimos irmãos pratiquem, pratiquem e pratiquem só a prática faz a Maestria!

 

 

PRÁTICA PARA DESPERTAR A CONSCIÊNCIA

Tem reflecionado vocês no que é a Consciência? A que poderia comparar a Consciência? A um foco de Luz que se dirige para uma parte ou para outra parte; isso é óbvio.

A Consciência; devemos aprender  a colocá-la a onde deve ser colocada. A onde estiver nossa Consciência alí estaremos nós, (dac-s-66).

Olho da Luz

 

 CAPACIDADE DE ASSOMBRO

A Capacidade de assombro é um sentimento do coração maravilhoso. É da Consciência. As criancinhas se assobram com coisas bem simples.

O ser humano, adulto quando vêm cenas fortes, desastrosas e sangrentas não sentem nada, são frias. Faltam-lhes Consciência.

Esse poder maravilhoso do assombro devemos desenvolver em nós, mediante o Despertar da Consciência.

A Consciência se desperta não só com uma prática, senão, com um conjunto de práticas, ou seja, com o trabalho sobre si mesmo, (jdp).

"A Consciência se desperta com trabalhos conscientes e padecimentos voluntáris", (-s-).

QUEM DESPERTA A CONSCÊNCIA:

Pode estudar, durante as horas de sono, todas as maravilhas dos mundos superiores.

Torna-se um clarividente.

Vive, nos mundos superiores, como um cidadão do cósmo totalmente desperto. Então vonvive com os grandes Hierofantes da Loja Branca.

Já não sonhar aqui, neste plano físico, nem, tampouco, nos mundos internos. Deixa de sonhar.

Estrela no Céu

Converte-se num investigador competente dos mundos superiores.

É um Iluminado. Pode estudar aos pés do Mestre. Pode dialogar familiarmete, com os Deuses que iniciaram a aurora da Criação.

Pode recordar seus inumeráveis retornos. Assiste conscientemente suas proprias iniciações cósmicas.

Pode estudar nos Têmplos da Grande Loja Branca. Pode saber nos mundos superiores como se encontra a evolução de seu Kundaline, (mp-s-106 e 107).

Amadíssimos irmãos pratiqem, pratiquem e pratiquem só a prática faz a Maestria!

 

 

PRÁTICA DA VOCALIZAÇÃO DA VOGAL "O"

Pode ir prolongando, e que, Oxalá, todo mundo desenvolva a Faculdade da Intuição.

Sim, pode fazê-lo uma hora,  sem começar a forçar o corpo, porque aí está o problema: Começar a forçar o corpo. Então vêm dores de cabeça, sim, mal-estares.

Imagem chacra.

O "O", concentração no coração. Imaginar que esse disco começa a girar, (ar-r-18).

A PRÁTICA:

CHACRA CARDÍACO. Desenvolve-se vocalizando a letra "O". Assim: ooooooo. Faculdade: Intuição, Desdobramentos Astrais, etc., etc.

I,E,O,U,A é a ordem das vogais. Com estas letras são formados todos os mantrans.

Dizia o Doutor Krumm Heller que uma hora diária de vocalização era melhor que ler um milhão de livros de pseudo-esoterismo e pseudo-ocultismo.

Eu, então, inalava com avidez suprema o prana cristônico, o alento vital das montanhas e, logo exalava lentamente, fazendo ressoar a correspondente vogal.

Manifesto, para maior clareza, que cada vogal ia precedida de uma inalação e só ressoava ao exalar. É obvio que inalava pelas fossas nasais e que exalava pela boca, (tm-s-32).

Em um lugar seguro, sentado, olhos fechados, relaxado o corpo físico, concentrado, inala o ar pelas fossas nasais e ao exalar pela boca pronunciando a letra "O", prolongando o som, assim: Oooooooooo até terminar o fôlogo. Pratique o tempo que quiser, (jdp).

RESULTADOS CONCRETOS:

Imagem chacra.

Todos os meus chacras astrais, ou centros magnéticos, intensificaram sua atividade vibratória, rotando positivamente da esquerda para a direita, como os ponteiros de um relógio, visto, não de lado, senão de frente, (tm-s-32).

OBJETIVOS DA PRÁTICA DA VOCALIZAÇÃO DA VOGAL "O"

Desenvolver a Faculdade da Intuição, Desdobramento Astral,Estado Jinas, comunicação com o Pai e a Mãe e os Mestres da Loja Branca. Esta comunicação sevirá também para o resgate, (jdp). 

Amadíssimos irmãos pratiquem, pratiquem e pratiquem só a prática faz a Maestria!

 

 

TÉCNICA DE RETROSPECTIVA

É necessário tomar nota, sobretudo, dos nossos estados psicológicos diários, se é que de verdade queremos uma mudança definitiva.

Antes de nos deitarmos, convém que examinemos os fatos ocorridos no dia, as situações embaraçosas, a gargalhada estrondosa de Aristófanes e o sorriso sutil de Sácrates.

Pode ser que tenhamos ferido alguém com uma gargalhada; pode ser que tenhamos adoecido alguém com um sorriso ou um olhar fora de lugar, (tpr-s-86).

EXERCÍCIO RETROSPECTIVO:

Com muita didática, ensinou-nos o professor certo exercício retrospectivo maravilhoso.

Imagem dormindo.

Aconselhou-nos jamais nos mover no leito no instante do despertar, explicando-nos que com tal movimento se agita o corpo astral e se perdem as lembranças.

É inquestionável que, durante as horas do sono, as almas humanas viajam fora do corpo físico; o importante é não esquecer nossas experiências íntimas ao regressar ao corpo.

Indicou-nos praticar, nesse preciso momento, um exercício retrospectivo com o inteligente propósito de recordar fatos, ocorrências e lugares visitados em sonhos.

RESULTADOS.

Declaro solenemente que tal exercício psíquico me resultou assombroso, porque minhas lembranças fizeram-se mais vividas, intensas e profundas, (tm-s-33).

Porque, olhe, é que ao se despertar, quando se volta ao corpo, desperta, e com um braço que mova ou se mova, já perdeu a recordação.

Temos que despertar; sabe-se que se despertou, abriu os olhos, feche os olhos e trate de recordar e verá que recorda, sim, (ar-r-40)!

OBJETIVOS:

Desenvolver a Imaginação Consciênte, a Memória Trabalho, Descobrir os defeitos para a Morte Psicológica, nos Auto-conhecer.

Amadíssimos irmãos pratiquem, pratiquem e pratiquem só a prática faz a Maestria!

 

 

TÉCNICA DE INCENTIVO Á ESSÊNCIA

 A Essência é um "Ser". A Essência é a nossa Alma. A Essência compõe-se de Alma humana e Alma divina. A Essência ou Consciência que no fundo são a mesmo coisa. A Essência é um cojunto de virtudes, poderes, faculdades e valores divinais, (jdp).

Escrito está, com misteriosos caracteres de fogo no testamento da sabedoria antiga, o fato concreto, claro e definitivo de que muito poucas são as Mônadas divinais ou chispas virginais, que realmente querem a maestria.

Quanddo uma Mônada qualquer anela certamente a Maestria, é inquestionável que a consegue, trabalhando intensamente a sua Essência.

Toda Essência intimamente trabalhada do interior por sua Mônada divina é muito fácel de ser reconhecida no mundo das formas densas. Esse é o caso concreto de qualquer pessoa com grandes inquietudes espirituais.

Ostensivamente, tal tipo específico de inquietudes místicas jamais poderia existir em pessoas cuja Essência não tivesse sido trabalhada de dentro por sua correspondente Mônada divinal, (3m-s-138).

A PRÁTICA:

Meu Pai, meu Deus, minha Mônada, te suplico, te peço para que trabalhe intensamente sua Essência; para que eu possa aprender: Concentrar-me, Auto-observar-me, refletir, analisar, Discernir e eliminar os meus defeitos psicológicos, fazer a tua vontade e fazer, Amém, Amém e Amém.

Todas as noite na hora de dormir, devemos fazer esta técnica ou oração, (jdp).Imagem Infantil.

O que faz bella e adorável a toda criança recém-nascida é sua Essência. O crescimento espontâneo e natura da Essência só é possível durante os primeiros três, quatro e cinco anos de idade.

O desenvolvimento da Essência unicamente é possível à base de  trabalhos conscientes e padecimentos voluntários.

Na Essência está a rligião, o Buda, a sabedoria, as partículas  de dor do nosso Pai  que está nos céus e todos os dados que necessitamos para a AUTO-REALIZAÇÃO ÍNTIMA DO SER.

Á medida que todas essas abominações forem sendo reduzidas a poeira cósmica: a cobiça, a maledicência, a calúnia, as bebedeiras, a luxúria, em fim todos os eus psicológicos, a Essência, além de se emancipar, crescerá e se desenvolverá harmoniosamente.

A Essência livre nos confere beleza íntima, de tal beleza emanam afelicidade perfeita e o verdadeiro amor. A Essência possui múltiplos sentidos de perfeição e extraordinários poderes naturais, (tpr-s-17).

Amadíssimos irmãos pratiquem, pratiquem e  pratiquem só a prática faz a Maestria!

 

 

PRÁTICA PARA CONSERGUIR FORÇA OU VONTADE

 No trabalho esotérico relacionado com a eliminação  dos elementos indesejáveis, que carregamos em nosso interior, surge, às vezes, o fastio, o cansaço e o aborrecimento. 

Inquestionavelmente necessitamos voltar sempre ao ponto de partida original e revalorizar os fundamentos do trabalho psicológico, se é que, de verdade, anelamos a mudança radical.

Amar o trabalho esotérico é indispensável quando, de verdade, se quer uma transformação interior completa.

Enquanto não amemos o trabalho psicológico que conduz à mudança, a reavaliação dos princípios torna-se algo mais que impossível.

Imagem Sagitário.

Seria absurdo supor que nós pudéssemos interessar pelo trabalho, se, na realidade, não chegamos a amá-lo.

Isto significa que o amor é indispensável quando uma e outra vez tratamos de revalorizar os fundamentos do trabalho psicológico, (gr-s-7 e 33).

Só trabalhamos sobre nós mesmo quando temos força ou vontade, disposição, ânimo, coragem, etc.

Para conseguirmos força ou vontade, etc. devemos Amar o Trabalho. Amor é Obra. Obra se faz praticando. Portanto, devemos praticar um ou mais das seguintes técnicas:

- Orar de joelho ao Pai e a Mãe interno em nome do Cristo.

- Conectar-se com o Mestre Samael e o Mestre Rabolú por meio do estudo dos seus livros.

- Participar de um Grupo Gnóstico com idéias afins que pratiquem a palavra de Deus.

- Dialogar com o Mestre, ou com o Pai e a Mãe interno, ou com alguém da família confiavel, ou com um amigo confiavel, ou com um Instrutor Gnóstico, sobre a prática do reto pensar, sentir e agir com fins de superação espiritual.

Amadíssimos irmãos pratiquem, pratiquem e pratiquem só a prática faz a Maestria!

 

 

TÉCNICA DA ATENÇÃO CONSCIENTE

 Imagem do Mestre.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PRÁTICAS ESOTÉRICA GNÓSTICA

(Temas de Conferências)

 

PRÁTICA DA IMAGINAÇÃO CONSCIENTE

PRÁTICA DA ORAÇÃO

PRÁTICA DO RELAXAMENTO

PRÁTICA DE CONCENTRAÇÃO

PRÁTICA DA AUTO OBSERVAÇÃO DE SI MESMO

TÉCNICA PARA ELIMINAR  EGO

PRÁTICA DA MORTE EM MARCHA

PRÁTICA DE REFLEXÃO

PRÁTICA DE RETROSPECTIVA

PRÁTICA DO DESDOBRAMENTO ASTRAL CONSCIENTE

PRÁTICA DE VOCALIZAÇÃO DOS MANTRANS

PRÁTICA PARA DESPERTAR A CONSCIÊNCIA DURANTE O SONO

PRÁTICA DO SALTINHO

PRÁTICA DAS CONJURAÇÕES

PRÁTICA DA TRANSFORMAÇÃO DAS IMPRESSÕES

PRÁTICA DE MEDITAÇÃO

PRÁTICA DOS KOANS

PRÁTICA DO SILÊNCIO INTERIOR

PRÁTICA DO SUJEITO, OBJETO E LUGAR

PRÁTICA DA DANÇAS DOS DEVIRCHES DANÇANTES

PRÁTICA DA TRANSFORMAÇÃO DAS FORÇAS CÓSMICAS

CHAVE PARA DESDOBRAR NO PLANO MENTAL

PRÁTICA DA SEXOLOGIA TRANSCENDENTAL

PRÁTICA PARA DESPERTAR A CONSCIÊNCIA

CHAVE PARA COLOCAR O CORPO FÍSICO NO MUNDO INTERNO

CHAVE PARA INVOCAR O CORPO FÍSICO DE LONGE

TÉCNICA PARA TRANSFORMAR REAÇÕES E RELAÇÕES MECÂNICAS 

PRÁTICA DE VOCALIZAÇÃO DA VOGAL "O"

PRÁTICA DA CRUZ

PRÁTICA PARA RECORDAR OS SONHOS

PRÁTICA DA CADEIA DE AMOR

PRÁTICA DA CADEIA DE FORÇA 

PRÁTICA DA CADEIA DE CURA

PRÁTICA DA CADEIA DE LIMPEZA

PRÁTICA DA CADEIA CONTINA 

PRÁTICA DA CADEIA CRUZADA

PRÁTICA DA CADEIA DE 13

DIDÁTICA PARA DEIXAR DE SER MÁQUINA

TÉCNICA PARA NÃO IDENTIFICAR COM AS COISAS DA VIDA DIÁRIA

TÉCNICA PARA COMBINAR ESTADO E EVENTO

PRÁTICA PARA TRANSPORTAR O CORPO FÍSICO NOS MUNDOS INTERNOS

PRÁTICA DO TERCEIRO FATOR - O SACRIFÍCIO PELA HUMANIDADE

PRÁTICA DO FECHAMENTO COM O CÍRCULO

PRÁTICA DO FECHAMENTO COM A ESTRELA DE CINCO PONTAS

TÉCNICA DE COMO PENSAR

PRÁTICA DA BALANÇA

PRÁTICA DE DISCIPLINA

TÉCNICA DE APERFEIÇOAMENTO DE PRÁTICA

TÉCNICA PARA APROXIMAR DA MÃE DIVINA CÓSMICA

PRÁTICA PARA SUBLIMAÇÃO DAS ENERGIAS

TÉCNICAS DE COMO ESTUDAR OS LIVROS DOS MESTRES SAMAEL E RABOLÚ

TÉCNICA DE COMO ESTUDAR A SI MESMO

TÉCNICA PARA EQUILIBRAR O MATRIMÔNIO PARA O ARCANO

TÉCNICA PARA SACRIFICAR OS SOFRIMENTOS

TÉCNICA PARA CONSEGUIR FORÇA

 

 

 

 

 

 

 

topo